Blogagem coletiva: As marcas do amor

O Vítor completa 1 mês amanhã e eu ainda não me encontrei depois do nascimento dele. Vivo me desdobrando para conseguir atender bebê, marido, cachorro e tarefas domésticas. Falta tempo para dar conta de tudo e no meio de tanta coisa acabo me deixando de lado.

Sei que estou errada, mas acho que faz parte do processo de adaptação com a nova vida. Penso que é apenas uma fase e que logo tudo entra numa “rotina” (existe rotina na vida de quem tem filho?).

Não reclamo do momento que vivo agora. No entanto, tenho que confessar que às vezes dá vontade de sair correndo e deixar tudo do jeito que está. Quando isso acontece tento dar uma volta, ir na casa da minha mãe, de uma amiga, enfim… apenas me desligar um pouco e me distrair.

É inegável que a maternidade muda tudo na vida de uma mulher. Nem todas as mudanças são fáceis, aceitá-las é um processo que pode demorar um pouco. Contudo, nada que uma risadinha banguela não ajude. É a melhor recompensa depois de um dia longo e difícil.

* Achei que nem ia conseguir escrever para a blogagem coletiva de hoje. O texto ficou curtinho, mas enfim… pelo menos consegui participar! Confere também a postagem da Juu, do blog “Era uma vez nós três“!

Anúncios

5 ideias sobre “Blogagem coletiva: As marcas do amor

  1. Luíza Diener

    acho digno.
    os primeiros meses são de enlouqueceeeer!
    com o passar dos meses não é que os bebês dão menos trabalho (pelo contrário), mas a gente fica mais hábil (e louca de pedra! ahhahahaha!)

    Resposta
  2. Nivea Sorensen

    Acho que toda mãe nova se sente assim, Ananda. Eu ando por aqui tb me desdobrando, tentando priorizar tarefas, e às vezes frustada por não dar conta de tudo, mesmo sabendo que dar conta de tudo é tarefa impossível nesse momento.
    Um beijo,
    N.

    Resposta
  3. Julia

    Querida, coloquei seu blog na lista dos participantes!

    Olha, é o que a Débora disse, espero que isso realmente seja uma fase onde nos encontramos perdidas, mas pouco a pouco vamos nos encontrando, como mulheres, mães, esposas … e uma hora tudo se ajeita!

    Beiiiiiiiiiiijo

    Resposta
  4. Patitando

    Oi Ananda,
    Posso te dizer que esse sentimento é bem normal… Os primeiros meses são muito intensos e cheios de novidades… Algumas maravilhosas, outras nem tanto!
    Na minha curta experiência, acho que hoje consigo aproveitar um pouco mais, descansar melhor e ficar mais segura e relaxada. Mas Isabella só tem três meses, e aprendi que cada dia é uma descoberta, um aprendizado… E você vai se encontrar sim, no seu tempo, no seu momento. Aproveite muito os dias bons, e tente esquecer das fases ruins!
    bjao para você e tudo de bom!
    Pati

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s