A festa da escolinha

Você, querida mãe, que acha que já aturou de tudo nesta curta vida materna, desde xixi na roupa, cocôs variados e jatos de vômito, saiba que o pior está por vir: as festas da escolinha. Sim, um bando de pais atrapalhados com a filmadora e mães tentando se equilibrar em cima de um salto 15 com um bebê no colo e a cinta pós parto apertando tanto abaixo do peito que é possível ver a gracha transbordando pelas laterais do vestido (estampado, óbvio).

Eu e o Fábio não podíamos quebrar a regra na noite de hoje, na festa de Natal do Vítor. Fomos devidamente disfarçados de pais. Mamãezinha com modelito de florzinhas. Papai com a câmera pendurada no pescoço.

Juro que não vou reclamar do horário inadequado da festa (20h30min, hora que certamente muitos dos bebês já estão indo dormir), da música alta (muito alta, diga-se de passagem) e do playlist duvidoso (qual criança não gosta de sertanejo universitário, né?). Quero me deter a um pequeno (gigante) detalhe: os presentes.

A direção da escola solicitou que cada família mandasse um presentinho (inho mesmo) para que o Papai Noel entregasse para a criança, como um ato simbólico. Até aqui tudo bem, embora eu considere desnecessária a associação imediata de Papai Noel com presente. Acontece que ao passar ao lado da mesa dos embrulhos notei o tamanho das embalagens. Simplesmente gigantes! E como se não bastasse pude ver uma bicicleta separada para o bom velhinho dar para um dos alunos. Uma BI-CI-CLE-TA. Em uma festa escolar. Só eu acho o fato absurdo?

Antes de continuar uma pequena observação: não comprei nada para o Vítor ganhar na festa. Ele tem tudo que precisa, então peguei um dos seus brinquedos e coloquei em uma caixa colorida. Pensei que assim ele poderia ter seu primeiro contato com o Papai Noel (disputadíssimo, por sinal) e que iria se divertir com a embalagem, pois ele adora qualquer saco plástico, guardanapo ou caixinha de papelão.

Seguindo… Qual a necessidade de presentear uma criança em uma festa da escola com uma bicicleta? Mostrar para os outros que tem condições? Despertar a inveja em criancinhas inocentes em fase de formação moral e construção de valores? Plantar a sementinha do capitalismo selvagem e do consumismo no coração dos pequenos? Não vejo nenhuma explicação válida.

Daí o que eu fico pensando é na batalha que vai ser criar meu filho no meio de tudo isso. Sempre lutando contra a maré. Sempre sendo A chata que vê problema em tudo e reclama de tudo.

Mas quer saber? Eu adoro um desafio. E deste eu não abro mão. Bato pé e faço cara de má. Nem que tenha que enfrentar o Papai Noel, mas o que estiver ao meu alcance (e até um pouquinho além) eu vou fazer para que meu filho possa ter uma infância melhor. Menos exagerada. Mais simples. Com certeza muito feliz.

Anúncios

19 ideias sobre “A festa da escolinha

  1. Renata

    Concordo com tudo..absurdo total. Na escolinha da minha sobrinha tb aconteceu isso um ano, de uma criança ganhar uma bicicleta..ai que nos anos seguintes a direção estipulou que o presente deveria ser de ate X valor..foi a solução para os pais sem noçao. Sabado terei festinha da Manu, mas sem presente, so apresentação e muitos pais com cameras e maquinas a tiracolo. Bjs

    Resposta
  2. Marcia Pergameni

    amiga que situação, imagino as outras crianças como não se sentiram, uma vez que o papai noel demonstrou preferencia por aquela criança, não é mesmo?? Foi isso que a escola fez. Absurdo é pouco, é inaceitável mesmo.

    Resposta
  3. Bruna Rauscher

    Como tem gente sem noção nesse mundo!
    Mas não sei…eu tenho duas realidades: acompanho vários blogs maternos e vejo q muitas lutam contra todo esse consumismo…. mas na minha vida real vejo o contrário, até mesmo com a minha família, eu sou sempre a do contra e passo até por mão de vaca.
    Que mundo ainda mais cruel terão nosso filhos….
    Abços

    Resposta
  4. Rafaela

    Você está certíssima!
    E, cá entre nós, a ideia da escola merece o troféu girico, né?
    Imagina as crianças maiores tentando entender porque um ganhou bicicleta e o outro uma caixinha de giz de cera, por exemplo?
    Por que não promover um encontro com Papai Noel sem presente, nada disso? Eles já se divertiriam um monte, não?
    Ô mundinho consumista o nosso…
    Abraços!

    Resposta
  5. Nell

    Ananda, concordo em tudo contigo. Hoje é a festa na escola da Sophia e nós optamos por não ir. A festa inicia as 20h vai ter formaturas, apresentação e jantar. E a Sophia vai para cama as oito e meia. Não vejo necessidade de participar, pois ela tem 2anos e 7meses e por enquanto não vai nem dar bola de não ir. Além do mais fico chocada da escola cobrar um absurdo por uma festa, fizeram até um ingresso diferenciado pra quem não quiser jantar, ou seja, pagar só pra assistir! Well, eu também as vezes me acho a única chata, mas não me importo com isso! Beijos

    Resposta
  6. Vivian

    Nossa, como tem gente sem noção nesse mundo! Não é vc que está no avesso não, Ananda! É o mundo que virou de ponta cabeça. Cadê os valores, minha gente? Dá pena dessas crianças, que irão crescer achando que a vida é muito fácil. Essas são as que mais sofrem…
    Bjo

    Resposta
  7. Mari

    Cêjura?!? detesto essas festas e esse ano no colégio do Pedro alugaram uma casa de festa infantil apenas p/ as crianças e eu achei ótimo! Essa da bicicleta foi Uó hein?! Affff…

    Resposta
  8. Luciana

    Nossa Ananda.. se esse foi o presente da escola, imagina o q essa criança vai ganhar dia 25? Q absurdo, q ostentação… e sim, um erro bem feio da escola, e se eu fosse vc (não estou falando pra vc fazer, isso, só o q eu faria), eu conversaria lá com a diretora depois. Talvez eles nem se toquem da falta de bom senso deles… Eu tbem sou super chata, super do contra, todo dia elas vem me perguntar na escola se podem dar isso ou aquilo pro Uri (doce, bolacha, bolo) e eu sempre digo NÃO e sou olhada como A monstra. q não deixa dar chocolate pro pobre bebê de 9 meses… affff!
    Beijo

    Resposta
  9. Chris Ferreira

    OI Amanda,
    nas festinhas de Natal na creche das minhas filhas nunca teve presente dado pela mãe. Sempre foi um lembrancinha feita pela professora e igual para todos. Também não vejo a menor necessidade de fazer esse tipo de comemoração na escola muito menos com presentes tão exagerados como bicicleta. Loucura!
    beijos
    Chris
    http://inventandocomamamae.blogspot.com/

    Resposta
  10. Bia Bihari

    Excelente Post!
    Dá um conforto saber que você não é a única louca que quer nadar contra a maré! É um desafio mesmo não entrar neste esquema, em geral pra tudo. E conforme eles vão crescendo vai ficando cada vez mais complicado!
    Baita desafio, mas com amor e consciência a gente planta a sementinha neles =)

    Resposta
  11. Débora Beyer

    iihh, lendo teu post, fiquei imaginando como vai ser quando tiver essas festinhas na escola do Vicente!

    Menina, que situação… Como já disseram, meio estranho isso tudo, poderiam ter feito um encontro com papai noel sem presentes (porque afinal, ainda nem é natal, ou seja, o presente veio meio que, sem motivo algum).

    É um consumismo desenfreado!

    Ainda bem que aqui em casa ninguém me criticou quando disse que não queria que dessem brinquedos pro Vicente no natal. Pedi um bonezinho e um calçadinho e só. É o que ele precisa.
    Nós vamos comprar um bem simples, educativo. Mas será o único, senão, enchem a criança de presentes sem necessidade!

    Como você disse, criar filhos de uma maneira diferente da “maioria” é um desafio. Mas, seguimos firmes!

    Beijos!

    Resposta
  12. Ivana Luckesi

    ananda! que coisa ! concordo muito com você! e acho que a escola poderia ter escolhido outra forma de comemorar a festa de final de ano. uma coisa que acho muito legal é um amigo secreto de cartões de natal, confeccionados pelas próprias crianças. a escola das meninas fizeram e foi muito legal!

    e essa da bicicleta, peloamor….sem comentário! já passou da hora desses pais repensarem os valores que querem transmitir aos filhos. uma pena que estejam perdendo tempo.

    Bjos querida e, apesar dos pesares, espero que vitor tenha aproveitado a festinha, isso é o mais importante!

    Resposta
  13. Leticia

    OI!Concordo com vc…..quando eu vi o pacote com a bicicleta, fiquei chocada!No minimo são pais que querem aparecer; que como vc pode perceber na nossa cidade isso é normal, para muitos , mas para mim não. Fico boba com cada coisa que vejo nesses lugares. Da festinha eu gosto, das coisas de Natal eu gosto, só que não pude aproveitar muito esse ano porque meu filho nÃo estava muito legal.Aprendi uma coisa: como nÃo sou, ou não somos (eu e meu marido), dessas pessoas que gostam de aparecer, ou ser o que não sÃo, viver de aparencias, quando estou num ambiente e me deparo com esse tipo de situação, eu dou risada, e penso em cada vez mais seguir do meu geito, e tentar passar os meus valores para meu filho, e tirar como exemplo esses absurdos.E cá entre nós…..é um desfile de moda!!!!Mães ou modelos????Beijos.

    Resposta
  14. Nivea Sorensen

    Sua tarefa não é das mais fáceis, mas pobre da criança cujos pais precisam se exibir com a tal da bicicleta na festinha de final de ano da creche. Fim de mundo xxx

    Resposta
  15. biainwonderland

    Apoiadíssima!!!! Sou cria dos anos 80 e simplesmente ODEIO perceber como nos últimos 10 anos criança e bebê viraram literalmente público target do consumismo selvagem. Festa de Natal de escolinha é pra ter apresentação musical do filho que nos faça chorar copiosamente de emoção (mesmo que – eca! – seja sertanejo universitário).
    By the way, parabéns pela iniciativa de uma festa DIY! Abaixo os buffets de festa infantil e seus 4 mil Reais jogados pela janela pra “mostrar pro povo” que pode dar festão!
    Abraço,
    Bib’s – http://www.cartasameubebe.wordpress.com

    Resposta
  16. Sueli

    Nossa… estou boquiaberta!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Que coisa sem noção um pai levar uma bicicleta para o papai noel dar de presente numa festa de escola!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! E que escola sem noção… não colocar limite no valor do presente!!!!!!!!!!! Esse povo perdeu senso de ridículo! Como explicar para uma criança que o papai noel deu pra um .. carrinho de plástico e pra outro.. bicicleta! Sinceramente, os pais — lógico que aqueles que têm consciência da situação — deveriam alertar a direção da escola para que esse tipo de coisa não se repita mais! Ananda , parabéns pelo post e atitude… de não fazer do natal e da festinha da escola um momento puramente comercial! Sueli

    Resposta
  17. Aline Cortes

    Olá! Tenho uma bebê de 11 meses e ela fica numa escolinha perto de casa. Detalhe importante: minha mãe é a coordenadora pedagógica há 20 anos. Acho o trabalho de lá excelente! Tem a noite de natal, com papai noel e tudo, mas sem essa de presente, as crianças da escola toda ganham a mesma lembrancinha; este ano foi uma caixinha linda de madeira com um sabonete e uma luva de tomar banho. No berçário fizemos amigo secreto – mais pros pais se conhecerem mais – no valor máximo de 30,00 e tá bom demais! Recebemos o papai noel também e assistimos a uma montagem (que eu fiz, a pedido da coordenadora – já que as berçaristas não possuem recursos tecnológicos pra isso) com fotos tiradas durante o ano. Foi bem simples e gostoso. Apenas por curiosidade, o site da escola é http://www.vivenciaeconvivencia.com.br/. Abraços, Aline

    Resposta
  18. vivian

    ola, esse ano na escola da minha filha teve teatrinho protagonizado pelos proprios alunos – inclusive os do berçario! Papai Noel era um aluno também, e ele tratou de ‘ fabricar ‘ os brinquedos que eram as crianças …..
    Pediram para cada familia levar um prato e suco, e fizeram uma grande ceia.
    Tirando os saltos e vestidos colados (rs) até que achei tudo bem pertinente.
    Mas durante o ano, certamente, já fui chamada de a mãe louca que não concorda com nada …. Ainda bem que encontrei uma companheira de jornada, outra mãe que dá escandalo quando as crianças saem da escola mascando uma bala de acúcar repleta de corante. Escola não é lugar de dar doce, né gente?!

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s