(10) e (11)

O projeto tá virando terapia, né? Cada dia um desabafo diferente, sobre um aspecto do meu dia.

Mas enfim, tá me fazendo um bem danado escrever e colocar para fora tantos fantasmas. São coisas que não tenho com quem desabafar, com quem conversar. Nenhuma das minhas amigas têm filhos e me sinto um pouco sozinha na selva da maternidade.

Porém, o post de hoje é um pouquinho diferente. Não vou relamar das coisas que não consigo fazer, das birras e do peito rachado. Hoje eu só quero me permitir (comecei de manhã, dormindo até as 11h com a Clara e o Vítor). Afinal, feriado tá aí, fim de semana também. E tem mais: olha as coisas fofas aqui de baixo. Viu só? Agora peraí que vou lá encher de beijo. Volto no domingo com um resumão do fim de semana, ok? Aproveitem também!



Leia também: A virada

Anúncios

4 ideias sobre “(10) e (11)

  1. Beatriz Colombelli

    Oi Ananda! Curta, dorma, chore, coloque pra fora – é uma fase indescritível que não tem preço, tampouco retorna. Depois… dá uma saudade. E ainda nao inventaram a chamada ‘naniculina’ – invensão desta mãe aqui.- A pilula par deixá-los pequenos por um pouquinho mais de tempo. Bejos.

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s