Vítor Joaquim e Clara Anita

Queridos filhos,

Quando estava na pré-escola, tive uma lição de casa diferente: entrevistar o vovô e a vovó para conhecer a origem do meu nome. Descobri que me chamo Ananda por uma jornalista gaúcha, a Ananda Apple. Não sei se foi o destino, mas virei jornalista também.

Desde então, gostei de saber mais sobre a origem do nome das pessoas. É algo que considero importante, um início de identidade para um bebezico, mesmo que ainda na barriga da mãe.

Sendo assim, queria que vocês dois soubessem como que eu e o papai escolhemos os nomes de vocês.

Vítor já foi Joaquim (e por alguns meses). Papai é de família portuguesa e nós queríamos um nome direto de Portugal, ora pois! Escolhemos Joaquim, que era um nome que estava “na moda”.

O que estragou a nossa opção foi quando o vovô Elton começou a te chamar de Quincas. Não gosto de nomes que possibilitam apelidos, especialmente estranhos, como é o caso de Quincas. Só conseguia pensar em Quincas Borbas e Machado de Assis. Conversei com o papai e decidimos pensar em outras alternativas.

Foi quando a tia Jú veio nos visitar e sugeriu uma série de nomes, entre eles Vítor. O Grêmio, time da mamãe e da tia Jú, tinha um goleiro chamado Vítor, o que originou a ideia. E assim ficou (contra a vontade do papai de relacionar o nome com o tricolor gaúcho, sendo que ele torce para o tricolor paulista e queria te chamar de Rogério – Ceni -).

A Clara já foi Anita, mesmo que só para a mamãe, que adora o nome (ele me remete a Anita Garibaldi, grande personagem da história do Rio Grande do Sul). Papai não gostava nenhum pouco da opção e começamos a pedir alternativas para pessoas próximas.

Lembro que a tia Bi um dia chegou a pegar uma lista de chamada de uma das disciplinas que ela dava na universidade (no curso de Nutrição, que tem muito mais mulheres do que homens). Falou cerca de 30 nomes e nenhum me interessou.

Até que a tia Érica, em uma conversa pelo Skype, citou algumas sugestões. No meio delas estava Clara, que chamou a nossa atenção. Acabamos decidindo por ele, nome que foi honrado pela tua pele branquinha desde o teu nascimento.

Pronto, agora vocês já sabem da onde vieram os nomes de vocês. Não podíamos ter escolhido melhor (conversa de mãe!).

Com amor, mamãe.

Anúncios

9 ideias sobre “Vítor Joaquim e Clara Anita

  1. Luana Andrade

    Teus pequenos terão uma lembrança linda ao ler isso um dia. Obrigada por ter aceitado minha sugestão. Fiquei contente que saciou minha curiosidade.
    Achei engraçada a relação que teu pai fez com o Quincas haha.

    Um beijo em vocês!

    Resposta
    1. nandaetges Autor do post

      E qual a história do nome do Otávio? Já escreveu sobre isso? Se escrever eu quero ler! Beijos!

      Resposta
  2. Paula

    bah, fiquei triste agora! A ideia de Vítor saiu da minha cabeçinha! No momento, revoltada com a possibilidade de se chamar Jonas, falei: “Putz, então pelo menos escolhe o nome bonito de jogador do Grêmio, tipo Vítor!”. E aíí sim a tia Ju enlouqueceu e fez A campanha! Mas são detalhes, tudo bem! =P

    Resposta
    1. nandaetges Autor do post

      Sorry, Paula! Na minha cabeça de eterna grávida confusa ficou registrada a sugestão como sendo da Jú! É que a campanha dela foi muito forte! Hehehe! Beijos!

      Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s