Arquivo da tag: dica

Um novo toque no quarto por menos de R$ 15

Eu tinha comentado nos últimos dias na página do blog no Facebook que estava com vontade de fazer algo diferente no quarto das crianças. Eis que ontem fui em uma loja de utilidades domésticas e encontrei uma cartela de adesivo de parede por menos de R$ 15 (R$ 14,95, para ser bem exata).

Fiquei meio desconfiada, pois estava acostumada a ver na internet adesivos de vários preços, mas geralmente a partir de R$ 50. De qualquer forma, achei um desenho que me agradou e resolvi experimentar.

DSC_0027
E não é que funcionou? Ficou uma graça e deu um toque todo especial no quarto. O Vítor gostou bastante e ficava apontando para o “pio pio”. Já a Clara observou toda concentrada o novo colorido. Resultdo: aprovado!

DSC_0001

Vamos fugir?

A melhor parte da minha atual flexibilidade de horários no trabalho é, sem dúvida, poder passar mais tempo com os meus filhos. Mas não é só uma questão de quantidade de horas, trata-se de tempo útil, digamos assim.

Antes da Clara nascer, eu trabalhava das 13h30min às 19h30min e ficava de manhã e à noite com o Vítor. No entanto, era um tempo improdutivo por ser horário de tarefas (acordar, trocar de roupa, tomar café da manhã, se arrumar para sair, chegar, jantar, dar banho, etc.). Então, mesmo ficando uma boa parte do dia com ele, não sobrava tempo para brincar e passear.

Agora, tenho as tardes só para a gente, o que por si só é uma delícia. Sem horário, sem compromisso. Porém, busco aproveitar para inventar coisas novas e apresentar lugares diferentes para o Vítor, que está em uma fase de muito companheirismo para qualquer aventura.

Na semana passada, por exemplo, eu tinha orientação do mestrado na cidade vizinha, Santa Cruz do Sul, que fica meia hora de carro. Como eu já iria com a Clara, minha pequena companheira de estudos, pensei: vamos fazer diferente, hoje o Vítor também vai! Chamei minha super irmã, sempre presente, e lá fomos nós quatro passear um pouco.

Decidimos ir na Gruta dos Índios, parque ecológico com bastante verde e alguns animais (um pequeno zoo, com macacos, papagaios, jacaré, etc.).

O Vítor simplesmente amou cada detalhe do local e a possibilidade de explorar o ambiente. Brincou até cansar. A Clara também curtiu a sombra e a temperatura agradável. Enfim, uma excelente forma de quebrar a rotina e aproveitar a leveza da vida.

Minha irmã levando o Vítor para ver os macacos pela décima vez!

Minha irmã levando o Vítor para ver os macacos pela décima vez!

Como não renovar as energias em um local assim?

Como não renovar as energias em um local assim?

E que venham mais fugidas por aí!

Viagem para SP, parte II – Parques e praças

Parque do Ibirapuera – São Paulo

Pontos positivos:
– Várias pracinhas para as crianças brincarem
– Bastante espaço para caminhar em contato com a natureza
– Não tivemos nenhum problema no aspecto de acessibilidade, com o carrinho

Pontos negativos:
– No dia em que fomos estava lotado, pois era feriado (não sei se é sempre assim)
– Dificuldade para estacionar, talvez em decorrência do movimento
– Alguns pontos poluídos (um dos lagos, por exemplo)
– Alguns ciclistas imprudentes, que andavam fora da ciclovia

Informações: AQUI

DSC_0420
Espaço Verde Chico Mendes – São Caetano do Sul

Pontos positivos:
– Parque amplo e com diversas opções de lazer (quadras esportivas, pracinha, etc.)
– Lago com muitas tartarugas, que encantam as crianças
– Espaço limpo
– Rampas de acesso em determinados pontos, que facilitam o deslocamento com o carrinho

Pontos negativos:
– Pouco espaço para estacionar

Informações: AQUI

DSC_0082
DSC_0090
Parque Municipal Engenheiro Salvador Arena – São Bernardo do Campo

Pontos positivos:
– Pracinha para bebês e para crianças maiores (espaços separados)
– Brinquedos de plástico, todos novos e muito bem conservados
– Todo parque com rampas e estrutura que permite fácil acesso com carrinho de bebê
– Aquário com diversos bichinhos
– Lancheria
– Banheiros limpos

Pontos negativos:
– Não tem estacionamento específico
– A água do aquário estava um pouco suja, então não era possível ver os peixes pelo vidro

Informações: AQUI

DSC_0340
DSC_0347

Dica para o fim de semana: pista de papelão para carrinhos

A pista de papelão fez o maior sucesso aqui em casa. O Vítor adorou e brincou bastante. Ele até a levou para a casa da bisa, onde também tem vários carrinhos.

Para fazer uma você só precisa de uma caixa de papelão média ou grande (depende o tamanho que vai querer a pista), tesoura e canetinha (ou giz de cera).

O tempo médio para fazer é de 20 minutos. A única coisa chatinha é cortar o papelão, quando ele é mais grosso.




A procura do cupcake perfeito

Comprei forminhas de cupcake de silicone e comecei a minha busca por uma boa receita.

Testei a primeira. Ficou bom, mas não tão fofinho. Busquei uma segunda e bingo! Ficou uma delícia!

Ainda não comecei meus testes com coberturas, esta é a segunda etapa do processo. De qualquer forma deixo aqui a receita de massa que deu certo. Espero que vocês gostem! Aqui em casa foi um sucesso.

Receita de cupcake de chocolate

Ingredientes

1 xícara de farinha de trigo
1 xícara de chocolate em pó
1 xícara de açúcar
1 colher de sopa de fermento em pó
1 pitada de sal
1 xícara de leite
¼ de xícara de óleo
1 ovo

Preparo

Bata tudo no liquidificador e coloque nas formas. Eu optei por colocar a forma de papel simples dentro da de silicone, para evitar que eles grudassem e fosse mais fácil de comer.

Lembre de não encher muito as formas para evitar que transborde. Depois é só colocar no forno pré aquecido por uns 10, 15 minutos (depende da potência do forno, basta fazer o teste do palitinho para saber se eles estão prontos). Rende 12 cupcakes médios.