Arquivo da tag: Iván Izquierdo

Sobre a dor do parto

Li para uma disciplina do mestrado o livro Memória, de Iván Izquierdo. Na página 66 o autor cita a ocitocina, principal hormônio do parto e que age sobre o útero. Separei um pedaço que achei interessante:

“..mas também afeta direta e indiretamente neurônios de amígdala, provocando sua inibição e tendo, […], um efeito amnésico. Lembremos aqui que os partos costumam ser dolorosos, e não obstante isso, as fêmeas de numerosas espécies, as mulheres, por exemplo, costumam ter vários filhos e não se lembram da dor real que representou cada parto. Lembram-se das circunstâncias da dor, do fato de que houve muita dor, mas não da dor em si. A dor é uma das poucas coisas emocionalmente importantes que não pode ser evocada em sua verdadeira intensidade”.

Minha mãe uma vez me disse, antes do Vítor nascer, que a gente esquece a dor do parto e só lembra quando chega a hora de parir de novo, que daí vem aquele pensamento: “O que eu fui fazer?”, o típico “Oops, I did it again”. Palavra de quem teve três filhos, todos de parto normal.

Eu acredito, né? Até porque se a gente não esquecesse da dor… jamais teria o segundo filho (pelo menos de parto normal)!

A natureza é muito sábia!

Anúncios