Arquivo da tag: limpeza

Quarto do Vítor – Versão tapete de E.V.A.

Mostrei aqui como ficou o quarto do Vítor na casa nova.

Peguei um tapete que era da minha mãe, mas logo ele começou a me incomodar. Eu sempre sentia um cheiro diferente, mesmo depois da higienização. Também era ruim para limpar, eu sentia necessidade de passar aspirador todo dia. Sei lá, não tava legal, não tava do jeito que eu queria.

Resolvi então fazer uma alteração e acho que funcionou bem. Troquei o tapete por um modelo de E.V.A., com letrinhas. Ele é bem simples e um parecido pode ser encontrado por menos de R$ 50,00.

A limpeza ficou mais fácil, pois consigo varrer o tapete. Quando o Vítor pisa nele com o tênis e suja é só usar um pano molhado e esfregar um pouco. Tinha medo que ele ficasse se desmontando conforme alguém caminhasse em cima, porém não aconteceu até agora.

Fiquei super satisfeita com a mudança e acho que ficou até mais bonito. Aqui uma foto:

Anúncios

O que eu espero de uma escolinha/creche/berçario

– Que respeitem o meu filho e o tratem com carinho, não como “mais um”.
– Que incentivem o contato com livros e estimulem a imaginação.
– Que valorizem a individualidade de cada uma das crianças.
– Que se preocupem com a higiene das crianças e a limpeza do local.
– Que mostrem DVDs com conteúdo adequado e de forma moderada (nada de deixar os pequenos jogados na frente da televisão o dia inteiro).
– Que em hipótese alguma coloquem DVD do Patati Patatá. Que nem sequer toquem no nome desses palhaços malditos.
– Que tenham um cardápio saudável e respeitem as decisões dos pais para a alimentação dos filhos.
– Que tenham uma comunicação direta e transparente com os pais.
– Que não inventem mil e uma taxas durante o mês (pois as mensalidades já estão de muito bom tamanho).

É pedir demais, gente?

E como vão as coisas?

Falei aqui da rotina louca de trabalhar em casa, cuidar do marido, bebê e cachorro (sem falar nas atividades domésticas, vulgo vida de funcionária do lar). Um mês passou e continua tudo praticamente na mesma. A única diferença é que eu comecei a relaxar e repetir o mantra let it be.

Prometi para mim mesma que não vou ficar deprimida se a casa não estiver impecável (nota-se que o conceito de impecável na minha casa significa tudo limpo máomenos). Além disso, fiz um acordo com o Fábio de que não vou mais dar indiretas pra ele me ajudar fazer as coisas por mim quando eu estou de mau humor.

E assim vamos levando. Sem faxineira (pois isso não te pertence mais!). Nadando em cabelos e pêlos e trabalhando pra caramba! Tem que ser forte!