Arquivo da tag: paciência

Os 3 P’s: paciência, persistência e prática

Eis que eu apresento os 3 P’s da ordenha: paciência, persistência e prática.

Paciência, pois demanda tempo. É preciso se concentrar, escolher um momento adequado e, às vezes, tentar de novo e de novo e de novo.

Persistência porque é um processo. É necessário buscar motivação para seguir em frente, mesmo quando a gente não tá afim, tá cansada ou queria fazer outra coisa ao invés de dar uma de vaca leiteira.

Prática, pois logo é possível entender o próprio corpo e isso faz uma diferença incrível.

Com base nisso, o que posso dizer sobre o nosso primeiro mês tirando leite praticamente todos os dias? É difícil, mas com o tempo tudo vai ficando mais simples.

Comecei a encarar a ordenha como um compromisso, ou seja, tenho que fazer e pronto. Assim, não sobra tempo para mimimi e tentativas de sabotagem.

Também observei que a prática faz milagres. No início, eu não chegava a tirar 30 ml por vez. Agora, tiro 80 ml em 5 ou 10 minutos, enquanto a Clara mama.

Minha tática é tirar leite em um seio enquanto o bebê está no outro. Isso exige habilidade, porém, é totalmente possível (acredite, se eu, ser mega atrapalhado, consigo… você pode!).

Mas enfim, seguimos bem mais tranquilas, tanto eu quanto a Clara. E uma coisa eu digo: se você quer amamentar, dificilmente algo vai te impedir. A gente sempre dá um jeito, especialmente quando coloca em primeiro lugar os filhos. Boa sorte para quem está na mesma façanha!

Leia também:

Vaca leiteira, prazer!
Amamentação e volta ao trabalho: por que as mulheres fraquejam?

The dark side

A coisa tá feia por aqui. Vítor anda super chatinho e manhoso. Coloca tudo na boca e parece bem incomodado. Acho que são os dentinhos chegando. Ele chora enquanto mama e fica esfregando a mamadeira na gengiva. Além disso, largou a chupeta. Não aceita mais de jeito nenhum.

As noites estão sendo super complicadas. Tô tentando colocar o Vítor no quarto dele para dormir no berço. Ele ainda ficava no carrinho, no nosso quarto, mas o espaço estava limitado demais. Sem falar que a gente não conseguia nem conversar um pouco antes de dormir, sussurava para não acordá-lo. Porém ele não tem aceitado bem. Demora para pegar no sono, fica resmungando. Sem falar que passou a acordar durante a madrugada (dormia direto antes).

Somem tudo isso ao fato de eu estar trabalhando o dia todo e o resultado é uma mãe cheia de culpa, cansada e sem paciência.

Tá difícil. Tem dias que deito na cama e não consigo nem sequer dormir, pois minha mente está super acelerada e não consigo relaxar. Já fico pensando no próximo dia e em tudo que tenho para fazer.

Então peço desculpas se não conseguir responder os comentários e visitar os blogs das amigas por um tempo. Sinto a maior falta do meu cantinho aqui quando o tempo fica curto, mas não tem jeito. Assim como as coisas estão quando chego em casa tudo que eu quero é ficar juntinho do meu bebê cuidando dele.

Um beijo grande e obrigada pelo carinho de sempre!

Rachel feelings

Às vezes eu acordo com Rachel (grávida) feelings. Para quem não é louco por Friends, deixe-me explicar de forma breve.

Rachel é a personagem de Jennifer Aninston no seriado americano Friends (exibido entre 1994 e 2004). No fim da 7ª temporada ela engravida do amigo e ex-namorado Ross (David Schwimmer). Os episódios da 8ª temporada mostram a evolução da gravidez e o parto, tudo com ótimas pitadas de bom humor.

Entre os episódios em que Rachel aparece grávida o meu favorito é “Aquele em que Rachel está atrasada” (o 22º da temporada, em inglês “The one where Rachel is late”). Retrata o típico humor de uma gestante, principalmente na reta final da gravidez.

Pois bem, alguns dias eu me sinto exatamente como a personagem aparece no episódio. Ódio súbito de tudo, parece que o mundo conspira contra mim. Sem falar na vontade de ir no banheiro de 20 em 20 minutos e do desconforto. Não existe posição para sentar ou deitar e caminhar não é fácil. Resumindo: nem eu me aturo de tão chata que fico.

Nesses dias haja paciência pro Fábio. Não posso reclamar, pois ele se controla bem diante do meu humorzinho maldito. Abençoados sejam os pais que aturam as grávidas chatas e no terceiro trimestre. Amém!

* Confira no link um vídeo com os melhores momentos do episódio comentado. Não achei com legendas em português, apenas esta versão. Também não consegui colocar direto no blog, pois aparece que “A incorporação foi desativada mediante solicitação”. Enfim… assistam no YouTube por AQUI.