Arquivo da tag: trabalhar

3 meses

Ando tão avoada que nem registrei aqui os 3 meses do Vítor. Foi no domingo, dia 10. Teve almoço em família e muito mimo.

Agora vamos aos marcos de mais um mês de vida do Vítor.

Com 3 meses:

– Continua dormindo bem, tanto de dia quanto de noite.
– Sorri para qualquer pessoa que dê atenção para ele.
– Adora quando ficamos batendo papo.
– Começou a forçar a cabeça para frente quando está deitado (como se quisesse sentar).
– Descobriu as mãos e adora enfiá-las na boca.
– Consegue segurar brinquedos leves, mas ainda por pouco tempo.
– Virou um babão de primeira, temos que ter sempre uma fraldinha de boca por perto.
– Conheceu o tio Danilo, tio Marcus e a tia Mariana (amigos queridos que vieram nos visitar).
– Curtiu duas visitas da dinda Paula e uma da tia Jú.
– “Falou” no Skype com os avós de São Paulo e com o dindo Fê que mora em Londres.
– Fica pelo menos uma vez por semana com a bisa Ica para a mamãe poder trabalhar.
– Fechou o mês com 6,100 quilos e 58 cm.


* O sorteio de comemoração dos 6 meses do blog ainda tá valendo. Participe AQUI!

Anúncios

Como trabalhar em casa com um bebê (sem enlouquecer)

Eu não faço ideia de como fazer isso!

Nem bem comecei a trabalhar e já percebi que vai ser mais difícil do que eu imaginava (pelo menos enquanto eu adiar o plano de colocar o Vítor em uma escolinha).

Quero esperar até agosto para deixar meu filhote por N motivos: julho é um dos meses mais gelados no RS, quero tentar evitar que ele pegue gripe ou qualquer virose, tenho medo de comprometer a amamentação, acho ele muito pititico ainda entre outras coisas.

No entanto, tá complicado. Estou absolutamente esgotada. Cansada de querer dormir um dia inteiro para recuperar (que mãe não gostaria de tirar 24 horas INTEIRAS para zerar o saldo de noites com o peitão de fora ou embalando a cria pra lá e pra cá? Hein? Hein? Só eu ou quem mais?).

É casa, marido, cachorro, filho, trabalho, blog e outras pendências. Quem consegue dar conta de tudo? Se você consegue… parabéns, amiga! Pois eu não estou me virando muito bem nessa história. Aqui em casa algo sempre fica sobrando (geralmente a faxina, mas abafa o caso).

Então que estou pensando em alternativas que facilitem as coisas. Faxineira ao menos uma vez por semana é uma das opções. Outra é deixar meu filho mais tempo com a minha avó (o que não tem funcionado muito bem pois ela entope o Vítor de mamadeira, enche a criança de NAN).

Bom… espero conseguir me organizar antes de entrar em processo de surto. E eu que achava que foda era estudar de manhã, fazer TCC de tarde e trabalhar das 6 até a meia noite com jornalismo policial. Não sabia nada da vida ainda. Quero ver quando eu ter um emprego fixo de 6 ou 8 horas diárias. Daí que o bicho vai pegar! #comofas?

* O sorteio de comemoração dos 6 meses do blog ainda tá valendo. Participe AQUI!