Arquivo da tag: trimestres

Grávida rumo ao terceiro trimestre

ou
Ela está descontrolada

É muito fácil descobrir o estágio da gestação de uma mulher.

As que estão no primeiro trimestre geralmente andam pálidas vagando por aí, enjoando até com programa de culinária, mas com uma fome proporcional ao sono. Para confirmar a teoria coloque um prato de frutos do mar perto dela. Se vomitar, fazer a maior cara de nojo ou, em último caso, devorar tudo, é porque sim, ela está com menos de três meses.

As grávidas no segundo trimestre caminham com a barriga jogada para a frente, para exibir a pança, mesmo que ela ainda possa ser confundida, em alguns casos, com gordura pura. Possuem um sorriso brilhante no rosto, mas não se engane, elas mordem. Comentários bobos como “que bom que vai ser um menino”, “vai ser uma menina bonita como a mãe” ou “que legal, um casal” podem despertar uma fúria sem tamanho. Cuidado. Fuja dos clichês, ou melhor, bico calado.

Já as grávidas no terceiro trimestre (ou que estão quase lá) são inconfundíveis. Elas tomam decisões que prometem mudar a vida de cinco em cinco minutos. Estão sempre pensando em alguma coisa para reformar ou comprar. Deixam aberta uma tab escondidinha no navegador com um site de roupas ou acessórios de bebê. A cada cem palavras que falam, uma é parto. Além disso, possuem pelo menos três listas diferentes em pequenos papéis soltos na bolsa (uma da mala da maternidade, outra de quem avisar quando o bebê nascer e assim por diante).

Eis que já me encontro rumo ao estágio três. Quer comprovar? Bem simples… basta eu contar que dispensei a empregada em definitivo esta semana e acabei de fazer uma matéria sobre cuidados humanizados com recém-nascidos para o jornal que trabalho (texto repleto da palavra parto, pois não vale só falar sobre o assunto, dá para escrever também). Tá bom assim?

Anúncios

Resumo da 33ª semana

A 33ª que foi a 35ª.

Calma, eu explico!

Acontece que eu fui equivocada nas minhas contas. Tá, todo mundo já sabe que contar dias, semanas, meses, trimestres de gravidez é uma confusão (a Carol do Carol e suas baby-bobeiras comentou também sobre o assunto). Então eu me perdi nessa história toda e acabei descobrindo que hoje fecho 35 semanas e entro na 36ª. Exatamente! A tão esperada 36ª semana de gestação estava batendo na minha porta e eu nem tinha me dado conta.

Mas vem comigo que eu mostro como eu fiz tamanha confusão.

Segundo o sr. Wikipédia:

“A idade embriológica da gestação é contada a partir da fecundação do óvulo. No entanto, é praticamente impossível a identificação do momento em que ocorreu a fecundação ou a data correta do coito ou da ovulação. Por isso, convencionou-se contar a idade da gravidez a partir de um marco mais fácil de identificar: o primeiro dia do último período menstrual da mulher. Trata-se da idade obstétrica da gravidez.”

Ainda segundo informações do excelentíssimo Wikipédia uma gravidez dura, em média:

– 280 dias
– 40 semanas
– 9 meses

Tá, ok, até aqui tudo bem.

PORÉM…

Eu, mãezinha de primeira viagem não sabia (ou ignorei, não prestei atenção, qualquer babaquice dessas) do detalhe da menstruação. Na minha cabeça não se levava em consideração o primeiro dia da última menstruação, mas sim o último dia. Burrinha, né?!

Além disso, no meu mundinho em uma órbita paralela resolvi fazer uma conta independente. A louca! Peguei a data aproximada da concepção e comecei a calcular a partir deste dia as semanas.

Aí deu a maior porcaria, pois eu calculava de um jeito (pela data da concepção), a médica levava em consideração o último dia da menstruação (pois foi o que eu falei pra ela como sendo o primeiro) e agora eu vi tudo por um 3º lado (idade obstétrica da gravidez considerada pelos médicos).

Então… de acordo com o padrão considerado pela medicina:

– Meu primeiro dia da última menstruação é 2 de julho de 2010
– Minha gravidez é de 253 dias, 36 semanas, 9 meses
– A data prevista para o parto é dia 8 de abril de 2011

Enfim, tudo isso é pra dizer que falta pouco, muito pouco 🙂