Sono para quê te quero

De modo geral posso dizer que o Vítor sempre dormiu bem. Desde 3 semanas, com raras exceções, ele dorme a noite inteira. Claro que dizer a noite toda é muito relativo, mas digamos que o que eu entendo por isto é um total de pelo menos 8 revigorantes horas.

Enfim, feita a introdução preciso confessar que a maré mudou. Do nada meu bebê ficou doidão. Não sei o que acontece, mas ele está pior que RN. Juro! Ontem acordou umas 9 vezes! Gente, NO-VE! É coisa demais para um bebê de 8 meses e uma mãe que trabalha.

Agora eu me pergunto: qual o motivo? Não mudamos a rotina repentinamente e ele não está ruinzinho (nem gripe, garganta, nada). Única coisa que me veio na cabeça foi ansiedade de separação. Será? Já li sobre isso em outros blogs, mas nunca dei atenção, pois parecia uma daquelas coisas mega distantes, como o terrible twos.

Hoje fomos no pediatra e ele disse que pode ser desconforto estomacal, como uma azia, um refluxo. Não levei muita fé na teoria. De qualquer forma ele sugeriu tirar a mamadeira da madrugada e substituir por água ou chá. Vou tentar, topo qualquer solução que não envolva remédio sem motivo, deixar chorando ou cama compartilhada (nada contra, mas duas noites esta semana foram suficientes para acabar com a minha coluna). Oremos!

Anúncios

6 ideias sobre “Sono para quê te quero

  1. Cris

    Ananda, está acontecendo a mesma coisa por aqui! Gui com 8 meses tá pior que RN nas duas últimas noites. Também penso na ansiedade de separação e talvez nos dentes. (?) Ele não tem nenhum ainda, por isso não tenho experiência quanto a isso, mas já ouvi algumas mães dizerem que o sono pode mudar por causa deles.
    Oremos juntas, porque mais uma noite dessas e eu me aposento.

    Beijo

    Resposta
  2. Daniela

    Ananda, tudo bem?

    Pode ser dentes, pode ser algum desconforto e eu também acredito no salto do desenvolvimento, vc já ouviu falar? Eu escrevi algumas coisas no blog sobre o salto do desenvolvimento -(http://viagensdeprimeiraviagem.blogspot.com/search/label/Salto%20de%20desenvolvimento) – não consegui colar em link, mas tudo bem – e, para mim, foi claro que a Laura passou por este salto, assim, do nada. O Vítor está em alguma fase de crescimento do tipo, engatinhar / andar / falar, algo assim? Ele está engatinhando ou começou há pouco (andando)? No dia (NO DIA!) em que a Laura engatinhou, ela parou de dormir bem. No mesmo dia! Ela dormia sozinha, no seu berço, desde os três meses e aos 11 (pois é, engatinhou tarde, minha preguiçosinha hohoho) engatinhou. No dia que engatinhou, parou de dormir, acordava 4 vezes por noite, eu até cogitei cama compartilhada, pq, convenhamos que depois de 15 dias acordando várias vezes à noite qlq coisa vale para dormirmos algumas horas seguidas. A Laura passou por este período assim, chatinha, chorona, só queria o meu colo, não queria ir com ninguém, estava bem ruim para dormir e quando dormia, acordava a cada 2 horas. HORRÍVEOOOO! Mas passou. De verdade, demora mais do que a gente quer, claro, mas passa logo. Li bastante sobre o salto de/do desenvolvimento, foi bacana.
    Ocorre que perguntei ao meu pediatra (salve, salve dr. celsinho) sobre isso e ele não acredita no salto de desenvolvimento, ele me disse que esse “desregulamento” no sono dela pode ter sido causado pelo marco de engatinhar sim, por ela conhecer um novo mundo (andante, que se move), mas, por ficar muito elétrica, por ser muita novidade, ela não dormia direito e acordava querendo repetir, ou seja, acordava querendo engatinhar. pode?!

    Eu acredito no salto de desenvolvimento, quem sabe não é isso? Se for, fique feliz pq é só uma fase e passa logo!!!

    Beijos, boa sorte!

    Keep us posted!

    Resposta
  3. Marcia Pergameni

    Amiga, tomara que seja só um mal estar mesmo. Os médicos logo querem dar remédios. A cecília as vezes acorda a noite dizendo estar com dor na barriga, mas tiramos a mamadeira da noite e tem melhorado. Mas ela já está com 3 anos, (é ela ainda toma mamadeira….) então sorte pro gatão!!

    Resposta
  4. Pingback: Curtas antes da praia | projeto de mãe

  5. Pingback: A troca de escola | projeto de mãe

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s