Arquivo da tag: presentes

Sonho dourado materno

Já tivemos muitas fases diferentes no que diz respeito ao sono das crianças. Desde períodos de noites maravilhosas, com mais de oito horas de paz, até momentos de caos absoluto, com um berrando em cada quarto a madrugada inteira.

Recentemente, a situação estava tranquila. Vítor acordava esporadicamente e Clara cerca de duas ou três vezes para mamar, mas jogo rápido, colo-mamazinho-berço.

Acontece, caras amigas, que o jogo virou. Faz umas duas semanas que a Clara passou a acordar muitas vezes. E quando eu falo muitas… são de fato muitas (por volta de OI-TO vezes e batendo a marca de mais de D-E-Z na quarta-feira). É mole?

Então, Dia das Mães chegando, sabe como é… eu tive uma ideia! E que brilhante ideia! Sabe o presente de Dia das Mães? Eu troco por uma noite inteira de sono. Mas tem que ser inteirinha e completa, com 12, 14 revigorantes horas.

Gostou da sugestão? Pois vem ver o que a mulherada da blogosfera tá pedindo de Dia das Mães no vídeo especial do Minha Mãe que Disse. Só coisa simples e modesta, como um encontro com a Madonna.

Aproveita e manda o link para o marido, destacando bem a parte dos presentes indesejados. Vai que ele aparece com produto de limpeza, né? Vai saber…

Páscoa sem chocolate: alternativas

Eu sou uma verdadeira formiga e adoro chocolate. Tenho que me controlar, pois sou daquelas pessoas que precisam comer até ver o fim.

Não consigo experimentar dois quadradinhos de uma barra, eu como a barra inteira em uma “sentada”.

Sendo assim, prefiro evitar de ter em casa determinadas guloseimas, até para não despertar o interesse do Vítor. Nós controlamos bastante a alimentação dele, especialmente em relação ao sal e ao açúçar, dois grandes vilões na cozinha.

De tal modo, a Páscoa aqui em casa não é mais sinônimo de chocolate. Até por uma questão de valores x consumo, o presente passou a ser um detalhe pequeno. O mais importante, o que procuramos realmente valorizar, é a confraternização em família.

Mesmo assim, algumas pessoas próximas perguntam o que poderiam dar para o Vítor, mais como algo simbólico. Pensando nisso, elaborei uma listinha com sugestões, que podem servir para outras famílias que buscam opções mais saudáveis para a Páscoa dos pequenos.

* Cesta de frutas

Vítor adora frutas. Bananas, morangos, peras, acerolas, enfim… o que aparecer pela frente. Tenho certeza que ele adoraria ganhar uma cestinha com frutas variadas, já lavadas, que ele pudesse comer na mesma hora. Seria uma festa!

* Cesta de produtos integrais

Procuro ter sempre em casa uma opção de lanche prático e saudável, como cookies integrais ou barrinhas de cereais. Não é uma alternativa para toda hora, inclusive pois muitos produtos industrializados, mesmo integrais, possuem bastante açúçar. Mesmo assim, é uma ideia diferente e interessante oferecer uma cesta com lanchinhos integrais.

* Coelho de pelúcia

Vítor ganhou no ano passado dois coelhos de pelúcia, como alternativa aos chocolates. Faz uma referência ao coelho da Páscoa e acaba sendo útil o ano inteiro, como brinquedo ou decoração do quartinho.

DSC_0052

E por aí, como é a Páscoa? Mais sugestões de lembranças alternativas?

Aniversário do Vítor – Erros e acertos

Erros:

– A escolha do lugar: optei por fazer a festinha no restaurante da minha tia, lugar bonito e que representava praticidade (em um primeiro momento). No entanto, esqueci do detalhe que eles servem almoço, ou seja, eu não poderia deixar tudo arrumado um dia antes ou ir pela manhã no local. Ponto negativo na organização, pois depois do meio dia ficou tudo super corrido (banhos, soneca do Vítor, decoração,…).

– Procura-se o Z: eu que montei toda decoração da festinha, com a ajuda da minha irmã, prima e das madrinhas do Vítor. Porém, como a finalização foi atropelada (motivos acima), algumas coisas ficaram para última hora e deram errado. É o caso do letreiro de Feliz Aniversário personalizado. Cortei as letras durante a semana, mas deixei para colocar no fio no salão da festa. Resultado: uma letra sumiu, evaporou. Até hoje não temos notícia do Z. Acabamos ficando sem usar o letreiro desfalcado.

– Deixa que eu faço: a rainha do eu-faço-sozinha viu que não adianta, em situações assim uma ajudinha é fundamental. Pra ter uma noção, no dia da festa eu acordei às 8h e 8h30min já estava batendo a massa dos cupcakes. Depois tive que fazer uma foto rápida em uma reunião de um evento que faço assessoria e às 11h cheguei no salão para cortar o cabelo. Recebi a família que veio de longe, almoçamos na minha mãe, fiz o Vítor dormir, tomei banho, fiz salada de fruta para os bebês, separei as roupas do Vítor, coloquei tudo no carro, levei para o restaurante, montei a decoração e, ufa, a festa começou. Maratona múltipla, a gente vê por aqui!

– Prioridades: tinha tanta coisa para fazer no dia da festa que acabei delegando os cuidados do Vítor para minha mãe ou para o Fábio. Claro que ele sentiu a agitação e acredito que isso tenha influenciado no humor negro. Por querer fazer tudo lindo PARA ele, esqueci DELE. Erro básico e que jamais vou repetir. Na próxima passo adiante as tarefas da festa, mas grudo nele. (Reparem que a criança nem tomou banho antes do próprio aniversário, pois acordou meio totalmente em cima da hora).

Acertos:

– Ideias sustentáveis: meu objetivo era manter uma linha verde, digamos assim, na festa. Optei por papelaria feita com papel reciclado, mandei boa parte dos convites por email, evitei plástico ao extremo (embora não tenha conseguido fugir totalmente dos copos, pratos e garfos descartáveis), reaproveitei vidros de papinhas, fugi dos balões e inclui salgados vegetarianos no cardápio. Queria ter feito mais? Sim. Foi o que deu? Sim. Ok então, novas ideias ficam para a próxima.

– Convite: um dos sucessos do aniversário foi o convite. O design ficou lindo e muita gente elogiou. Trabalho da TraçoD (na imagem para o blog apaguei o local da festa, que estava bem embaixo).


– Presentes: acerto que não foi meu, mas dos convidados. Vítor ganhou vários presentes lindos. Digamos que agora que sou mãe vejo como é bom quando a criança recebe roupas (embora a criança nunca goste!). Diversas peças de inverno e todas em tamanhos maiores, o que é ótimo, pois tamanho 1 ele já tem suficiente. Além disso, ganhou um tapete de EVA da dinda, que está sendo muito usado nos dias frios (nosso apartamento é todo de piso), uma toca de bolinhas da outra dinda (que obviamente não tem filhos para dar uma barraca GIGANTE que vem com 100 bolinhas que se espalham pela casa inteira de brinde, mas que o Vítor amou de paixão) e outras coisinhas fofas. Obrigada todos que tiveram a preocupação em escolher algo com o maior carinho para o nosso baby e que participaram da festinha com a gente (:

Top Top Presentes – Parte II

6 – Móbile

Embora eu não aguente mais ouvir a maldita música, o Vítor adora o móbile e é isso que importa. Ele fica admirando o brinquedinho todo concentrado. É uma tranquilidade na hora de trocar a fralda ou tirar a roupinha para tomar banho.

Esse é outro dos itens que eu não ia comprar (nem lembrava de móbile). Mas foi um dos melhores presentes que o Vítor ganhou.

Os preços dos móbiles variam bastante. No site da Buzz Toys, por exemplo, o mais simples custa 59,99. Já um modelo mais sofisticado chega a 299,99.

7 – Toucas

O Vítor ganhou várias touquinhas e usa todas elas. São perfeitas para o frio que faz atualmente no Rio Grande do Sul. Inclusive prefiro o modelo tipo “Chaves” (aquele da TV, do isso, isso, isso). Elas protegem e deixam quentinhas as orelhas do baby.

É um presentinho simples, baratinho e com certeza muito útil no inverno!

8 – Pantufinhas

Outro item obrigatório para enfrentar o inverno. Assim como as touquinhas é possível encontrar de vários modelos e preços.

9 – Enfeite de porta

Colocamos na porta da maternidade e agora o mimo enfeita a entrada do quartinho do Vítor. Foi presente da minha tia (feito por ela mesma!).

10 – Pijaminhas

Os conjuntinhos de pijama são ótimos. O modelo calça + camiseta é melhor do que as opções com body, pois quando vaza xixi ou cocô não necessariamente precisa trocar a parte de cima da roupa (com o friozão que tá por aqui estou cheia de estratégias).

Confira também:

* Top Top Presentes – Parte I

Selinhos e mais selinhos

Nos últimos dias ganhei alguns selinhos. Esse foi uma lembrança da Sarah, Mãe do Bento.

As regras são:

1 – Linkar o blog que te indicou.
Ali em cima, a Sarinha!

2 – Quais são seus maiores sonhos?
Meus sonhos estão sempre se transformando conforme o momento que eu vivo. Porém, atualmente tenho dois desejos nos quais penso muito. São eles: fazer mestrado e voltar a morar em Londres. Quem sabe eles não surgem daqui um tempo juntinhos? Mestrado em Londres… nada mal, né?!

3 – Para você, a aparência importa?
Eu me preocupo com a aparência e ela faz bastante diferença na minha auto estima. No entanto, não sou extremamente vaidosa, ainda mais agora com um bebê pequeno em casa. A vaidade acaba ficando em segundo plano.

4 – O que é ser feliz?
É estar em sintonia com as pessoas que eu amo e quero bem.

5 – Você é uma pessoa amiga?
Acredito que sim.

6 – Conte-nos 4 defeitos seus.
Sou teimosa, manhosa, impaciente e ansiosa.

7 – Conte-nos 4 qualidades suas.
Sou persistente, amorosa, responsável e sincera.

8 – Tem algum preconceito? Se sim, qual?
Tento me livrar de todos os preconceitos.

9 – Indique alguns blogs.
Vou deixar esse e os outros selinhos abertos para todos as amigas que acompanham o meu blog. 🙂

Os outros dois selinhos foram presentinhos da Vivian, do blog Coisas de Menino.


Aqui as regras do primeiro:

1 – Perguntar ao seu (s) filho (s) as questões abaixo, anotar as respostas e compartilhá-las no blog.

2 – Indicar mais dez blogs para receber o selinho.

3 – Linkar o blog que ofereceu o selinho a você.

1. Minha mamãe é…
2. Minha mamãe gosta de…
3. Que cheiro a mamãe tem…
4. Mamãe gosta de comer…
5. Onde gostamos de passear…
6. Ela trabalha…
7. O que a mamãe mais gosta de fazer…
8. A mamãe fica brava quando eu…
9. O que mais gosto na mamãe…
10. Um presente para a mamãe…

Bom, como o Vítor ainda é pititico demais vou ter que furar as regras do selinho. Mas assim como o outro deixo aberto para quem acompanha o “projeto de mãe”.

O segundo selinho que a Vivian me indicou foi esse:


Eu já tinha ganho o mesmo da Sarah, até postei aqui ó. Então não vou repetir as respostas, quem quiser conferir é só clicar no link.

Já quem quiser o selinho basta seguir três regrinhas: linkar o blog que fez a indicação, citar 7 coisas aleatórias sobre si e enviar o selinho para 10 amigas.

E amanhã tem a parte II do post Top Top Presentes!

Top Top Presentes – Parte I

Esses dias uma amiga me pediu uma sugestão. Ela disse que a mãe dela queria dar um presente diferente para uma gravidinha. Pensei no que ganhei quando ainda estava grávida e logo depois que o Vítor nasceu.

Acabei sugerindo um sling, mas depois lembrei de várias outras coisas, não necessariamente diferentes, porém que uso/usei bastante. Acabou virando uma listinha (coloquei junto algumas sugestões de lojas, apenas para dar noção de preço dos produtos):

1 – O citado (e apaixonante) sling

Amado tanto por mim quanto pelo Vítor. Usamos bastante, pois é prático e alivia meus braços e minhas costas na hora de carregar o pequeno. Já o baby fica quentinho, gostosinho e dorme que é uma beleza. O modelo que eu ganhei é de argolas e bem simples (azul claro com listras brancas nas bordas), mas existem outros mais sofisticados.

O preço varia bastante, mas na Kika de Pano o modelo Wrap custa a partir de 70 reais e o de argolas a partir de 92 reais. Na Bebê Casulo um sling de argolas é vendido por 74 reais. Mas é só uma questão de pesquisar para encontrar slings mais baratos.

2 – Canguru

Faz parte da categoria “carregadores de bebê”. É tão bom quanto o sling. O único porém é o frio aqui do Rio Grande do Sul. No sling consigo enrolar o Vítor em uma mantinha, no canguru não rola. Então agora no inverno não vai ser muito usado, mas na primavera com certeza vai ser usado em muitos passeios.

Modelos a partir de 90 reais na Loja do Bebê.

3 – Álbum do bebê do Pequeno Príncipe

Já contei aqui que sou louca pelo Pequeno Príncipe? Não?! Então tá: sou apaixonada pelo Pequeno Príncipe! E é claro que o álbum de bebê do Vítor não podia ser outro.

O diário tem espaço para detalhes do nascimento, da família e para algumas fotos. Além disso, possue calendário dos 12 primeiros meses de vida do bebê para anotações de fatos importantes como primeiro sorriso, primeiras palavras e outros.

Achei modelo igual o do Vítor no site da Fnac por 59,90.

4 – Álbum de fotos

É um presente bonito e super útil (pelo menos pra mim que tenho o hábito de revelar fotos). Pode ser achado em várias lojas e por diversos preços.

5 – Almofada de amamentação

(Foto para fazer um agradinho com o papai. Mas com certeza o vovô não vai gostar muito. Entenda aqui!)

No início usei para amamentar, mas conforme o Vítor foi crescendo não nos acertamos mais com ela. Então agora coloco o baby deitadinho na almofada. Ele adora, pois fica mais sentado e pode observar tudo que acontece ao seu redor. Já o deixei também de bruços (é um ótimo apoio).

Super recomendo! Eu não ia comprar (não era prioridade no meu enxoval, pois já estava economizando total), mas depois que ganhei foi sucesso absoluto aqui em casa.

Na Loja do Bebê a almofada da Chicco está por 89 reais. Lá também têm capas lindas por 29 reais.

Confira também:

* Top Top Presentes – Parte II

Chá do Vítor

Já tinha falado aqui sobre os meus planos para o chá do Vítor. Tinha decidido fazer duas festinhas: uma para a família e outra para as minhas amigas.

Bem… as comemorações foram no fim de semana que passou. Deu tudo certinho, tanto no sábado quanto no domingo. Fui muito mimada por pessoas queridas e o Vítor faturou vários presentinhos lindos! Sem falar no estoque power de fraldas que a mamãe aqui adorou!

E olha que coisa! Semana passada comentei que tinha comprado alguns itens que faltavam e também chupeta e mamadeira, caso seja necessário. Pois vejam só! Chupeta que não vai faltar agora. Além da que eu já tinha em casa, ganhei mais 3!

Só teve uma que não foi muito bem vista pelo papai. Agora ele vai ter que procurar um modelo do São Paulo para continuar tudo igual aqui em casa.