Arquivo da tag: crescimento

Pé por pé

Cansado de engatinhar e arrastar a bunda pelo chão afora, Vítor começou a se arriscar na arte de caminhar. Primeiro ficava em pé apoiado em um móvel. Achou legal a parada e experimentou soltar as mãos. No início não aguentava mais de um segundo e logo sentava. Mas foi evoluindo e logo já aguentava um tempinho a mais, rindo todo feliz da façanha.

Acontece que hoje ele foi além e deu o primeiro passinho na minha direção. Chegou nos meus braços e sorriu. Um marco e tanto no seu desenvolvimento. Com certeza, no seu ritmo, e pé por pé, logo vai começar a caminhar. E a mãe aqui toda boba, de ter agora um bebê praticamente adolescente.

Bebê locomotivo

Uma pausa no assunto segundinho para outro anúncio: Vítor começou a engatinhar!

Foi ontem à noite, na nossa cama. Ele estava brincando quando se virou e foi. Simples assim! Como se já fizesse aquilo há anos.

Gritei histérica para o Fábio, que estava na sala, e ele veio ver. Vítor repetiu a façanha e agora é oficialmente um bebê locomotivo.

Quase morri de amor com o gigantesco passo de independência.

Já posso também imaginar minha loucura daqui para frente atrás dele, pelo chão, com uma barriga imensa. Que bom que o papai está cheio de disposição para ajudar, pois vou precisar muito!

Das injustiças da vida

A menina brinca de boneca e escolhe com apenas 7 anos o nome dos filhos. Quando jovem baba nos bebês que vê pela rua e nunca resiste dar uma paradinha na frente daquela loja maravilhosa de roupinha de criança. Conforme vira adulta começa a sonhar com o momento de se tornar mãe.

Daí fica grávida e carrega aquele projetinho de bebê durante praticamente 9 meses na barriga. Fica sonhando com o rostinho do pequeno, arrumando com todo amor o quartinho, a mala da maternidade e todos os detalhes para receber o tão esperado filho. Então a criança nasce e é a mãe que sofre com noites em claro, choros intermináveis, tudo isso durante a recuperação do parto e o início da amamentação.

Acontece que o bebê cresce e começa uma fase mágica, de descobrir os pés, as mãos, o próprio corpo e todas as possibilidades de movimento. Ele interage, come, fica mais tempo acordado e dorme bem durante à noite.

Entre todas as novidades ele descobre a fala. Sim, imagina que coisa mais fofa do mundo um pequeno ser de apenas 7 meses tentando falar? Lindo demais!

Agora pensa bem: o que seria ainda mais fantástico? Que a primeira palavra dele fosse mamãe, claro. Sim, nada mais natural. Mas daí o que ele faz? Olha aqui:

5 meses

Ontem o Vítor completou mais um mês de vida. São 5 meses de muita gostosura e amor.

Com 5 meses:

– Começou a dormir no berço.
– Ainda dorme bastante durante a noite, porém acorda mais vezes para mamar.
– Está sempre com a mão na boca.
– Fica louco quando ouve barulho de chave. Adora!
– Estica o braço para pegar objetos próximos.
– Faz a maior bagunça na hora do banho. Bate as perninhas e os braços sem parar.
– Parou de mamar no peito.
– Passou o primeiro dia dos pais grudadinho do projeto de pai.
– Fez a primeira viagem oficial, foi para São Paulo visitar os avós.
– Virou pela primeira vez (de bruços para ficar de barriga pra cima).
– Começou a estranhar algumas pessoas e alguns lugares.
– Teve bronquiolite.
– Já vai na escolinha e se adaptou muito bem.
– A papinha foi adiada… por enquanto só leite e suquinho.
– Fechou o mês com 7.320 quilos e 63 cm.

4 meses

Hoje o meu pitoco completa mais um mês de vida! Vamos aos marcos do último mês!

Com 4 meses:

– As sonecas estão mais curtas.
– O soninho da noite continua super tranquilo.
– Coloca TU-DO na boca!
– Ama chupar a própria mão.
– Adora bater as perninhas durante o banho (para o desespero da mãe que tem que limpar a bagunça depois).
– Conversa na linguagem bebezística.
– Odeia ficar de bruços (não aguenta nem 1 minuto sem reclamar).
– Ganhou um DVD do Cocoricó e adorou!
– Está com uma careca parcial.
– Ainda mama no peito, mas menos vezes por dia (está tomando complemento cerca de 3 vezes por dia).
– Deu a primeira gargalhada.
– Tomou suco de laranja pela primeira vez (foi hoje mesmo).
– Fechou o mês com 7 quilos e 61 cm.

3 meses

Ando tão avoada que nem registrei aqui os 3 meses do Vítor. Foi no domingo, dia 10. Teve almoço em família e muito mimo.

Agora vamos aos marcos de mais um mês de vida do Vítor.

Com 3 meses:

– Continua dormindo bem, tanto de dia quanto de noite.
– Sorri para qualquer pessoa que dê atenção para ele.
– Adora quando ficamos batendo papo.
– Começou a forçar a cabeça para frente quando está deitado (como se quisesse sentar).
– Descobriu as mãos e adora enfiá-las na boca.
– Consegue segurar brinquedos leves, mas ainda por pouco tempo.
– Virou um babão de primeira, temos que ter sempre uma fraldinha de boca por perto.
– Conheceu o tio Danilo, tio Marcus e a tia Mariana (amigos queridos que vieram nos visitar).
– Curtiu duas visitas da dinda Paula e uma da tia Jú.
– “Falou” no Skype com os avós de São Paulo e com o dindo Fê que mora em Londres.
– Fica pelo menos uma vez por semana com a bisa Ica para a mamãe poder trabalhar.
– Fechou o mês com 6,100 quilos e 58 cm.


* O sorteio de comemoração dos 6 meses do blog ainda tá valendo. Participe AQUI!

Crescimento

Sexta, dia 10, o Vítor completou 2 meses. Eu já percebo uma grande evolução desde que ele nasceu. E não é apenas em relação ao tamanho, mas também no que se refere ao desenvolvimento dele.

Fica aqui um pouquinhos dos nossos 2 primeiros meses com o nosso pitoco 🙂

Com 1 mês:

– Gostava de ser ninado no colo para dormir.
– Começou a dormir 6 horas seguidas (ou mais) na terceira semana (para a felicidade geral da casa).
– Nos primeiros dias não curtia muito o banho (chorava bastante, tanto na água quanto na hora de colocar a roupa).
– Experimentou o banho de chuveiro e adorou.
– Ficava com frio na hora de trocar a fralda (pela falta de prática da mãe que levava horas para completar a tarefa).
– Teve a primeira gripe.
– Curou a icterícia.
– Começou a tomar complemento de NAN na mamadeira (geralmente 1 vez por dia).
– Fechou o mês com 4,220 quilos e 52 cm.

Com 2 meses:

– Geralmente dorme sendo embalado no carrinho.
– Durante o dia pega no sono sozinho, deitadinho no carrinho ou no bebê conforto.
– Ainda passa a noite no quarto da mamãe.
– Está com o sono bem regularizado.
– Experimentou o banho de balde e amou!
– Não chora mais para tomar banho, pelo contrário… já começa a sorrir na hora de tirar a roupa.
– Não teve assaduras.
– Fica olhando para o móbile e sorrindo na hora de trocar a fralda.
– Teve dor de ouvido.
– Ficou ruinzinho da barriga e seguindo orientação do pediatra tomou chá de ameixa (sem careta!).
Sorri quando a gente conversa com ele.
– Começou a firmar o pescoço (algo meio dancinha Fat Family).
– É fascinado por luzes e lustres.
– Repara nos ambientes (fica observando logo que chega em algum lugar diferente).
– Assiste televisão (adora seus DVDS com musiquinhas).
– Conheceu os avós paulistas.
– Adora passear no sling com a mamãe e o Dexter.
– Fechou o mês com 5,280 quilos e 53 cm.