Arquivo da tag: fotos

Ah, que saudade da barriga!

Esta semana peguei uma câmera digital compacta que temos aqui em casa e praticamente não usamos para emprestar para a minha avó. Acontece que quando fui ver se estava tudo funcionando direitinho achei um cartão de memória com várias fotos que eu nem lembrava que existiam. Imagens do Vítor com poucos meses, depois uns vídeos dele dando os primeiros passos. Sério, uma emoção sem tamanho!

Isso acabou me deixando toda nostálgica. Fui direto para os arquivos do computador e fiquei com os olhos cheios de lágrimas. Normal, né? Qual a mãe que não dá uma choradinha disfarçada (ou nem tanto) quando olha uma foto do filho RN?

Então, cheguei também nas fotos de grávida (que são raras, tenho que confessar).

E ah, que saudade da barriga, gente! De sentir aquela vida toda dentro de si. Os movimentos do bebê, os chutes. Ô coisa boa!

By Fábio Augusto, no Oceanário de Lisboa

Gravidez do Vítor, by Fábio Augusto, no Oceanário de Lisboa

By Alvaro Pegoraro, no jornal em que eu trabalhava

Gravidez da Clara, by Alvaro Pegoraro, no jornal em que eu trabalhava

By Cristian Frantz, em montagem com a Clara in e out

By Cristian Frantz, em montagem com a Clara in e out

E por aí? Rolou uma saudadezinha da barriga também?

Irmãos

Adoro olhar as fotos de quando o Vítor tinha a idade da Clara e ficar analisando. Muitas pessoas me dizem que acham os dois iguais, só a Clara mais branquinha (faz jus ao nome).

Untitled-1
Eaí, o que vocês acham?

Na primeira foto o Vítor com 6 meses e na segunda a Clara com 5.

Smash the Cake

Quando o Cris me procurou para fazer um ensaio fotográfico experimental do Vítor eu topei na hora. Não conhecia a ideia do Smash the Cake, mas logo que pesquisei um pouco sobre o assunto fiquei encantada e louca para saber como seria a reação do baby.

De modo geral funciona assim: fundo branco ou neutro, criança sem muita produção, bem livre. O detalhe é uma torta inteirinha, toda para o bebê brincar, tocar, sentir, comer, destruir, enfim… fazer o que quiser.

O processo de tirar as fotos foi muito divertido. O Vítor entrou no clima e ficou bem solto. Sorriu, fez festa.

E o resultado ficou incrível! Foi realmente uma ótima forma de marcar a passagem do primeiro aniversário.






Gostaram? Foi só uma provinha!

* No blog do Cris também tem um post sobre o ensaio.

Batizado – parte I

O batizado do Vítor aconteceu no domingo passado, 27 de novembro. A comemoração foi bem simples e para poucos convidados, apenas os padrinhos, meus pais e meus avós. A família do Fábio não participou, pois marcamos tudo em cima da hora e eles não conseguiram se programar para vir para o RS.

Fizemos um almoço na casa da minha mãe. Não teve nenhuma decoração, apenas escolhi umas mudinhas de flor como lembrança, no entanto os vasinhos acabaram enfeitando a mesa.


Destaque especial para os doces, uma gostosura a parte! Fazia séculos que queria testar um brigadeiro diferente, que tinha comido em um aniversário anos atrás. Aproveitei meus ajudantes, marido e irmã, e colocamos a mão na massa, ou melhor, no chocolate! Vejam o resultado!


O brigadeiro era receitinha básica: leite condensado, manteiga, chocolate em pó. A diferença foi enrolar em chocolate picado/ralado. Usei meio amargo em uma parte e ovomaltine em outra. Ficou maravilhoso!

Dá mais trabalho do que fazer com granulado, porém o resultado compensa quando a quantidade não é imensa.

Eu fiz 3 latas de leite condensado, usei 3 barras de chocolate e rendeu cerca de 75 doces tamanho médio.

Importante lembrar que o calor acaba com os doces, pois o chocolate derrete fácil. A dica é fazer em dias não muito quentes e manter na geladeira.

Amanhã posto algumas fotos do Vítor no batizado. Boa semana!

O bizarro mundo da fotografia infantil – A demonstração

Falei aqui das coisas medonhas que fazem parte do universo da fotografia infantil.

Prometi postar uma pequena demonstração e voilà: o ensaio sensual do meu gordinho gostoso. A qualidade não está lá essas coisas, digitalização #fail (tem até umas machinhas nas fotos, não repare, ok?!).


(Oi mãe, olha como eu fico feliz dentro de uma MALETA!)


(Decidi, vou fugir de casa. Já arrumei minhas coisas – meu clone vai junto.)


(Eu e meu clone!)


(O ângulo não favoreceu minha forma física)

E vocês já aproveitaram o descontinho da Bala de banana? Confere aqui ó!