Arquivo da categoria: Enxoval

Como personalizar o carrinho do bebê

Com um pouco de talento, tecidos e uma máquina de costura é possível deixar o carrinho do bebê com um toque todo especial.

Como eu não tenho nem talento, muito menos máquina de costura, agradeço pelo presente lindo, feito pela minha tia para a Clara (a mesma tia que fez os enfeites de porta para o quarto, tanto o do Vítor quando o da Clara).

Então era uma vez um carrinho…


Que com um protetor ganhou uma cara totalmente nova…


Com opção no vermelho também…


Gostaram? Diante de coisas assim que eu penso: como eu queria ter alguma (uma que fosse) habilidade manual!

Sobre listas e o que falta

Quando eu estava grávida de 7 meses do Vítor já tinha tudo pronto, separado, lavado, guardado. A bolsa da maternidade era arrumada e desarrumada pelo menos uma vez por semana. Eu era “a louca das listas de enxoval” e realmente acreditava que precisava de pagão e cueiro, sem nem sequer saber o que era isso.

Agora, na segunda gravidez, cheguei aos 7 meses pensando no que falta e no estilo mais relax impossível. Digamos que o básico já tenho em casa, tudo que era do Vítor (sling, bebê conforto, cercadinho, cadeira de comer). A única coisa maior que precisaria comprar eu já ganhei: um berço desmontável. Sim, resolvi optar por um modelo de acampamento, pois não teria onde colocar mais um berço de madeira. Além disso, não vejo necessidade em ter mais um trambolho dentro de casa. Sei que o Vítor ainda vai ficar um tempo no berço, mas até lá a Clara fica no desmontável. Situação resolvida.

Outra coisa importante que ganhei foi um carrinho, pois o que o Vítor usava já era de segunda mão e eu tinha passado para uma tia que adotou um bebê recentemente. Então, minha avó nos presenteou com um modelo lindo e prático, bem mais compacto que o anterior. Outro problema resolvido.

Em relação às roupas ganhei e comprei alguns modelitos e também sei que vou aproveitar bastante coisa do Vítor, mesmo sendo uma menina. Não gosto de padrões limitadores de rosa e azul. Na minha casa isso é bobagem, assim como as divisões: menina brinca de boneca e menino de carrinho. Meus filhos sempre vão ter liberdade para escolher, seja a cor da roupa ou a brincadeira mais divertida. Mas enfim, isso é assunto para outro post.

Repassando minha lista mental, o que falta para a Clara é um balde para banho (o que usamos no Vítor acabou migrando para a área de serviço quando ele ficou maiorzinho), toalhas, fraldas e algumas coisas de higiene (gaze, álcool 70%). Como vou fazer um chá de bebê para as colegas de trabalho no fim de semana, sei que alguns itens já vou ganhar, então não resta muita coisa para eu me preocupar.

A próxima etapa dos preparativos é lavar as roupinhas (tarefa para a vovó) e dar uma organizada no quarto. Coisas para agosto… sem pressa, sem neura, sem estresse.

Je t’aime

Paris provavelmente é um dos maiores clichês do universo. Não vou entrar na minha teoria de expectativa turística, pois não é o caso. Quero me limitar a comentar a minha relação com a cidade, uma vez que ela marcou um período muito especial da minha vida.

Conheci Paris em agosto de 2010. Grávida, de um mês e meio. Sabendo da notícia a uma semana.

A viagem foi um presente que ganhei do Fábio, muito antes de imaginar uma gravidez naquele momento.

E foi lá, no maior clima love is in the air, que o Vítor ser ainda sem sexo ganhou seus primeiros presentes do papai e da mamãe. Um deles o livro Le Petit Prince, comprado em uma feirinha na beira do Rio Sena. O outro um body da marca de souvenirs I was in, azul com o desenho da Torre Eiffel.


Body que semana passada o Vítor usou pela primeira vez. E que me trouxe de volta o gostinho de uma viagem inesquecível. E sim, ele pode dizer que estava lá. In Paris. Inside me. With us.

* Hoje é o último dia para participar do sorteio da gravadora MCD! Basta clicar aqui!

Top Top Presentes – Parte II

6 – Móbile

Embora eu não aguente mais ouvir a maldita música, o Vítor adora o móbile e é isso que importa. Ele fica admirando o brinquedinho todo concentrado. É uma tranquilidade na hora de trocar a fralda ou tirar a roupinha para tomar banho.

Esse é outro dos itens que eu não ia comprar (nem lembrava de móbile). Mas foi um dos melhores presentes que o Vítor ganhou.

Os preços dos móbiles variam bastante. No site da Buzz Toys, por exemplo, o mais simples custa 59,99. Já um modelo mais sofisticado chega a 299,99.

7 – Toucas

O Vítor ganhou várias touquinhas e usa todas elas. São perfeitas para o frio que faz atualmente no Rio Grande do Sul. Inclusive prefiro o modelo tipo “Chaves” (aquele da TV, do isso, isso, isso). Elas protegem e deixam quentinhas as orelhas do baby.

É um presentinho simples, baratinho e com certeza muito útil no inverno!

8 – Pantufinhas

Outro item obrigatório para enfrentar o inverno. Assim como as touquinhas é possível encontrar de vários modelos e preços.

9 – Enfeite de porta

Colocamos na porta da maternidade e agora o mimo enfeita a entrada do quartinho do Vítor. Foi presente da minha tia (feito por ela mesma!).

10 – Pijaminhas

Os conjuntinhos de pijama são ótimos. O modelo calça + camiseta é melhor do que as opções com body, pois quando vaza xixi ou cocô não necessariamente precisa trocar a parte de cima da roupa (com o friozão que tá por aqui estou cheia de estratégias).

Confira também:

* Top Top Presentes – Parte I

Top Top Presentes – Parte I

Esses dias uma amiga me pediu uma sugestão. Ela disse que a mãe dela queria dar um presente diferente para uma gravidinha. Pensei no que ganhei quando ainda estava grávida e logo depois que o Vítor nasceu.

Acabei sugerindo um sling, mas depois lembrei de várias outras coisas, não necessariamente diferentes, porém que uso/usei bastante. Acabou virando uma listinha (coloquei junto algumas sugestões de lojas, apenas para dar noção de preço dos produtos):

1 – O citado (e apaixonante) sling

Amado tanto por mim quanto pelo Vítor. Usamos bastante, pois é prático e alivia meus braços e minhas costas na hora de carregar o pequeno. Já o baby fica quentinho, gostosinho e dorme que é uma beleza. O modelo que eu ganhei é de argolas e bem simples (azul claro com listras brancas nas bordas), mas existem outros mais sofisticados.

O preço varia bastante, mas na Kika de Pano o modelo Wrap custa a partir de 70 reais e o de argolas a partir de 92 reais. Na Bebê Casulo um sling de argolas é vendido por 74 reais. Mas é só uma questão de pesquisar para encontrar slings mais baratos.

2 – Canguru

Faz parte da categoria “carregadores de bebê”. É tão bom quanto o sling. O único porém é o frio aqui do Rio Grande do Sul. No sling consigo enrolar o Vítor em uma mantinha, no canguru não rola. Então agora no inverno não vai ser muito usado, mas na primavera com certeza vai ser usado em muitos passeios.

Modelos a partir de 90 reais na Loja do Bebê.

3 – Álbum do bebê do Pequeno Príncipe

Já contei aqui que sou louca pelo Pequeno Príncipe? Não?! Então tá: sou apaixonada pelo Pequeno Príncipe! E é claro que o álbum de bebê do Vítor não podia ser outro.

O diário tem espaço para detalhes do nascimento, da família e para algumas fotos. Além disso, possue calendário dos 12 primeiros meses de vida do bebê para anotações de fatos importantes como primeiro sorriso, primeiras palavras e outros.

Achei modelo igual o do Vítor no site da Fnac por 59,90.

4 – Álbum de fotos

É um presente bonito e super útil (pelo menos pra mim que tenho o hábito de revelar fotos). Pode ser achado em várias lojas e por diversos preços.

5 – Almofada de amamentação

(Foto para fazer um agradinho com o papai. Mas com certeza o vovô não vai gostar muito. Entenda aqui!)

No início usei para amamentar, mas conforme o Vítor foi crescendo não nos acertamos mais com ela. Então agora coloco o baby deitadinho na almofada. Ele adora, pois fica mais sentado e pode observar tudo que acontece ao seu redor. Já o deixei também de bruços (é um ótimo apoio).

Super recomendo! Eu não ia comprar (não era prioridade no meu enxoval, pois já estava economizando total), mas depois que ganhei foi sucesso absoluto aqui em casa.

Na Loja do Bebê a almofada da Chicco está por 89 reais. Lá também têm capas lindas por 29 reais.

Confira também:

* Top Top Presentes – Parte II

Produtos que curtimos (ou não): Parte I

 Fralda Turma da Mônica Soft Touch RN: tenho que estar sempre de olho, pois vaza frequentemente. Não confio, principalmente se vamos sair e ficar muito tempo na rua ou em algum lugar não favorável para a troca da fralda.

 Fralda Pampers New Baby: ótima, adorei! Ela se ajusta bem no corpo do Vítor. Além disso, não preciso ficar verificando de meia em meia hora para evitar vazamentos. É um pouquinho mais cara do que a da Turma da Mônica (na farmácia que eu compro a diferença é de R$ 0,50), mas vale a pena.

 Hipoglós: ainda não tivemos problemas com assaduras, mas uso para prevenir.

 Lenços Umedecidos Baby Wipes: não é nem muito seco, nem muito úmido. Gosto do tamanho e o preço é OK. Entre os testados foi o que mais gostei até agora.

 Lenços Umedecidos Huggies Natural Care: achei os lenços grandes demais. Eles também são mais grossos. Não curti muito.

 Lenços Umedecidos Baby Poppy: molhados demais. Não gostei nenhum pouco.

 Sabonete Natura Mamãe e Bebê: deixa o bebê com um cheiro super gostoso. Aprovado!

 Shampoo Natura Mamãe e Bebê: assim como o sabonete tem um cheirinho ótimo. Super indicado!

 NAN Comfort 1 (0 a 6 meses): o Vítor começou a tomar NAN de vez em quando e a adaptação foi bem tranquila. Optei por comprar o Comfort pela promessa de não provocar cólicas. Até agora tem funcionado, se bem que o Vítor possui apenas dorzinhas ocasionais de barriga. Além disso, ele toma o NAN no máximo uma ou duas vezes por dia.